Make your own free website on Tripod.com

PUBLICIDADE:

d'artagnan juris

Ano III - Nº 28 janeiro 2002.

MACEIÓ-ALagoas 
BRASIL

doutrina:

diversos:

ANUNCIE

DOUTRINA

E-BOOKS

ENViar TEXTO

LINKS

OPINIÃO

PARCEIROS

POEMAS

PRÊMIOS

RÁDIO 

RECOMENDE

UT. PÚBLICA

refletir

.::CONTATO::.

Clique na figura abaixo e fale conosco.

.::NOTÍCIAS::.

 

.::CADASTRO::.

Clique aqui para receber os nossos boletins mensais. CADASTRE-SE!

ENQUETES

Você gostou do novo visual deste Site?
Sim
Não
Votar
resultado parcial...

Você apóia a guerra que os EUA querem promover?
Não
Sim
Não sei
Votar
resultado parcial...

<< VOLTAR

.:: IMPRIMIR ::.

.:: AJUDA ::.

POEMAS - Sou, minha flor, Sol (ASG)

Contador de visitas

Minha flor,
não a quero triste nem por um segundo,
As flores não devem chorar,
Pois elas têm sempre o sol para lhes tocar

Se no amanhecer sentires chover,
Não fiques triste!
Será difícil sentir o inverno da solidão,
Ter que ser tocada pelo frio da saudade.

Quando o frio apertar e
O inverno ficar mais forte.
Não desista de amar,
Porque sol do amor virá valente.

Tocará teu corpo de forma ardente,
Arrancará da flor o inverno,
Expulsará o frio e
Iluminará o seu presente.

O sol do amor vai brilhar.
Sempre que ele aparecer à flor ele vai beijar,
Ele estará tocando-a,
Aquecendo-a em seus braços quentes.

As flores felizes ficarão,
Transformarão a paisagem infausta.
Não chores mais,
Estou aqui para te tocar,
fica feliz, pois uma flor feliz é sempre mais linda que uma triste!

Alessandro Samartin de Gouveia – 06/02/2001