Make your own free website on Tripod.com

PUBLICIDADE:

d'artagnan juris

Ano III - Nº 28 janeiro 2002.

MACEIÓ-ALagoas 
BRASIL

doutrina:

diversos:

ANUNCIE

DOUTRINA

E-BOOKS

ENViar TEXTO

LINKS

OPINIÃO

PARCEIROS

POEMAS

PRÊMIOS

RÁDIO 

RECOMENDE

UT. PÚBLICA

refletir

.::CONTATO::.

Clique na figura abaixo e fale conosco.

.::NOTÍCIAS::.

 

.::CADASTRO::.

Clique aqui para receber os nossos boletins mensais. CADASTRE-SE!

ENQUETES

Você gostou do novo visual deste Site?
Sim
Não
Votar
resultado parcial...

Você apóia a guerra que os EUA querem promover?
Não
Sim
Não sei
Votar
resultado parcial...

<< VOLTAR

.:: IMPRIMIR ::.

.:: AJUDA ::.

POEMAS - Reflexos Jurídicos no meu Amar (ASG)

Contador de visitas

Foi uma nova noite,
foi um encontro diferente,
foi uma anomalia aparente,
foi quando descobri que o dito não era verídico.

O medo não era o de ir embora
E sim do que viria no outro dia.
Minha alegria está triste,
Ficou no ermo.

Perdeu-se de repente,
fora ab-rogada,
perdera a vigência,
caiu no desuso,
acabou com minha relação amorídica.

Não deixando o fato ser coberto pela norma,
tornando inexistente a minha vida de amorista.
O suporte fático da minha Lei é você,
sem você jamais poderei ingressar no mundo da felicidade plena.

Minha capacidade amorosa absoluta só atingirei quando tiver você comigo.

Alessandro Samartin de Gouveia - 30/03/2000.