Make your own free website on Tripod.com

PUBLICIDADE:

d'artagnan juris

Ano III - Nº 28 janeiro 2002.

MACEIÓ-ALagoas 
BRASIL

doutrina:

diversos:

ANUNCIE

DOUTRINA

E-BOOKS

ENViar TEXTO

LINKS

OPINIÃO

PARCEIROS

POEMAS

PRÊMIOS

RÁDIO 

RECOMENDE

UT. PÚBLICA

refletir

.::CONTATO::.

Clique na figura abaixo e fale conosco.

.::NOTÍCIAS::.

 

.::CADASTRO::.

Clique aqui para receber os nossos boletins mensais. CADASTRE-SE!

ENQUETES

Você gostou do novo visual deste Site?
Sim
Não
Votar
resultado parcial...

Você apóia a guerra que os EUA querem promover?
Não
Sim
Não sei
Votar
resultado parcial...

<< VOLTAR

.:: IMPRIMIR ::.

.:: AJUDA ::.

POEMAS - O Horizonte... (ASG)

Contador de visitas

Um menino senta frente ao mar,
fica horas olhando o horizonte,
tenta unir o céu e o oceano,
mas descobre que lá no infinito...

Eles se uniram,
juntaram os difusos,
fundiram ar e água,
nessa viagem descobriu...

O infinito é o limite mais ilimitado que só um visionário apaixonado poderia criar.
Escutou o seu coração,
partiu dali com destino incerto,
descobriram, anos depois, que aquele menino está perdido.

Na busca eterna pelo seu limite ilimitado,
ele ficou aprisionado no horizonte dos verdadeiros apaixonados,
por isso é que os visionários tomam por limite o horizonte.

Todo amante pode ser visionário,
todo amor é infinito,
todo romance é marcante,
todo encontro é a busca do menino perdido no horizonte...

Alessandro Samartin de Gouveia - 16/06/2000