Make your own free website on Tripod.com

PUBLICIDADE:

d'artagnan juris

Ano III - Nº 28 janeiro 2002.

MACEIÓ-ALagoas 
BRASIL

doutrina:

diversos:

ANUNCIE

DOUTRINA

E-BOOKS

ENViar TEXTO

LINKS

OPINIÃO

PARCEIROS

POEMAS

PRÊMIOS

RÁDIO 

RECOMENDE

UT. PÚBLICA

refletir

.::CONTATO::.

Clique na figura abaixo e fale conosco.

.::NOTÍCIAS::.

 

.::CADASTRO::.

Clique aqui para receber os nossos boletins mensais. CADASTRE-SE!

ENQUETES

Você gostou do novo visual deste Site?
Sim
Não
Votar
resultado parcial...

Você apóia a guerra que os EUA querem promover?
Não
Sim
Não sei
Votar
resultado parcial...

<< VOLTAR

.:: IMPRIMIR ::.

.:: AJUDA ::.

POEMAS - Acordar sozinho no ninho (ASG)

Contador de visitas

Não sei o que há!
Há o que não sei,
Quero ir para lá.
Ter a mulher que sonhei.

Que tristeza essa minha,
Acordar sozinho no ninho.
A triste ilusão vinha,
Dor igual a andar só no caminho.

Escrever ainda é meu remédio,
Meu coração sofre de solidão. 
É solitário ainda o meu império.

Todo o dia é triste,
Tanta dor em mim existe, 
Saudade és cruel!

Alessandro Samartin de Gouveia 13:55h 19/03/2001